Login

Cadastre-se

Publicado por

PARATY, A MATERIALIZAÇÃO DE UM OBJETIVO

30 de junho de 2022 | 0 Comentários

A associação Andorinhas promoveu entre os dias 09 e 11 de maio mais uma edição do projeto “Viagem cultural” e com a viagem cultural de 2022 tem-se também a materialização de um objetivo. Há vários anos a Andorinhas tem-se efetivado como espaço de alta expressão artístico/cultural que potencializa e valoriza o protagonismo de cada sujeito, proporcionando de diversas formas a reinserção social, tendo a arte e a cultura como balizadora de suas ações. Todas as edições da viagem cultural aconteceram com objetivos que vão para além do lazer e do passeio. Através delas os associados são apresentados à sociedade desvestidos dos estigmas neles postos, são levados a circularem em locais que, de maneira sublimada e velada, são impedidos de conviverem e impelidos às margens da sociedade. O projeto de viagem cultural tem por objetivo principal a reinserção social do sujeito.

O termo reinserção social é fundamentado nos princípios da reforma psiquiátrica, que defende que o tratamento das pessoas em sofrimento mental deve acontecer no contexto de serviços substitutivos aos manicômios e com práticas alternativas visando o cuidado fora dos muros dos hospitais, não hipermedicando, e sem excluir o sujeito de seu convívio familiar, comunitário e social (Sanches & Vecchia, 2018). A reinserção social está atrelada ao conceito de exclusão que, por sua vez, está relacionado ao ato de privar alguém de determinadas funções. Nesse sentido, a exclusão se caracteriza pela falta de acesso a sistemas sociais básicos, tais como família, moradia, lazer, trabalho, saúde etc., sendo necessário o processo de reinserção social com a finalidade de reconstrução das perdas e capacitação para exercer o direito à cidadania (Ministério da Justiça, 2012). 

A viagem cultural é a materialização de todo trabalho que vem sendo idealizado pela Andorinhas e que toca à prática ativa da reinserção social. Levar os associados às viagens culturais contribui com o processo de reparação das segregações sociais, a apresentação de novas oportunidades, fortalecimento da autonomia e da corresponsabilização com suas vidas. Através delas, busca-se oferecer ao associado bem-estar, a alegria e ao mesmo tempo despertar o gosto por conhecer novos lugares, minimizando as tristezas e angústias. Além de proporcionar aos participantes do projeto uma melhor qualidade de vida.

Confiram mais algumas fotos da viagem a Paraty:

Foto: Pé na Estrada
Foto: Pé na Estrada
Foto: Aline Gabriel
Foto: Aline Gabriel
teste

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

Sanches, L. R., Vecchia, M. D.  (2018). Reabilitação psicossocial e reinserção social de usuários de drogas: revisão da literatura. Psicologia & Sociedade [online]. 2018, v. 30. Disponível em: <https://doi.org/10.1590/1807-0310/2018v30178335>. Epub 14 Nov 2018. ISSN 1807-0310. https://doi.org/10.1590/1807-0310/2018v30178335.

Ministério da Justiça. (2012). Observatório Brasileiro de Informações sobre Drogas Brasília, DF: Autor. Recuperado de https://goo.gl/HrHNuq

SobreAndrêssa

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.