Login

Cadastre-se

Oficina de fotografia

Data 17 de setembro de 2018

A oficina de fotografia, intitulada de Observa-dores, busca apresentar a fotografia como ferramenta de resgate de valores humanos, auxiliando os participantes-associados a enxergarem suas vidas, sua cidade e, sobretudo, seus novos desafios sob uma nova perspectiva. A oficina é direcionada a pessoas com sofrimento mental ou em uso abusivo de álcool ou outras drogas e está ligada diretamente com os valores intrínsecos referentes ao resgate psicossocial de cada participante-associado, fazendo com que cada um estabeleça um diálogo sobre o que foi seu passado, como é seu presente e o que almejam para o futuro.

Propósitos:

– Efetivar a Andorinhas como espaço de alta expressão artístico/cultural que potencializa e valoriza o protagonismo de cada sujeito, proporcionando formas de inserção social, tendo a arte como uma possível geração de renda;

– Contribuir com o processo de crescimento artístico/cultural das cidades de Ubá e região, estimulando a consciência social e despertando na comunidade o desejo de apoiar projetos como esse oferecido pela Andorinhas.

Público-alvo:

Pessoas com idade acima de 18 anos com sofrimento mental, que fazem uso ou abuso de álcool ou outras drogas e realizam tratamento na rede pública de saúde, independente da sua orientação sexual.

É as oficinas são abertas ao público-alvo e sem custo monetário (como cobrança de mensalidades). Contudo, é necessário que os participantes estejam em tratamento em algum serviço de saúde mental do município de Ubá ou da microrregião de saúde abrangente: Ervália, Coimbra, Visconde do Rio Branco, Guiricema, São Geraldo, Brás Pires, Senador Firmino, Dores do Turvo, Divinésia, Presidente Bernardes, Tocantins, Rodeiro, Guidoval, Rio Pomba, Guarani, Piraúba, Mercês, Silverânia, Tabuleiro.

Acessibilidade e democratização:

A execução das oficinas ocorre em espaço aberto ao público-alvo. O local é acessível e com rampas, banheiro amplo e sem escadas. As exposições das fotografias produzidas por intermédio de oficinas ocorrem em lugares públicos como espaços cedidos por faculdades, secretarias municipais e espaços culturais, festivais, especialmente porque estes lugares permitem o acesso de pessoas idosas, crianças e pessoas com necessidades especiais.

A exibição de fotografias feitas por participantes das oficinas visam a democratização por privilegiar exposições em lugares públicos, onde a participação e acesso são livres, sem cobranças de entrada, onde público pode apreciar as obras sem qualquer exigência ou cobranças. Caso as fotografias em exposição sejam adquiridas, o valor é dividido de maneira simbólica: o fotógrafo que a produziu recebe uma porcentagem por ela e o restante fica na responsabilidade da Andorinhas para a manutenção da oficina.

Metodologia:

A oficina ocorrerá uma vez por semana, com carga horária de 3 horas semanais no turno da tarde. Durante este período será abordado alguns quesitos técnicos como manuseio da câmara e abordagem da linguagem fotográfica. Após a assimilação deste conteúdo, ocorrem às saídas para executar as fotografias.

Número de participantes:

Entre 5 e 10 associados beneficiados.

Carga horária:

Período de 3 horas semanais, turno da tarde, totalizando 12 horas mensais. Duração de 9 meses.

Local de realização:

Sede da Andorinhas (AUSM – Associação Ubaense de Saúde Mental – Artes e Culturas): Rua Monsenhor Paiva Campos, 143 – Centro, Ubá.

______

Assessoria de Comunicação Andorinhas

Foto de destaque: Renato S. M.