Login

Cadastre-se

Publicado por

OFICINA TERAPÊUTICA DE ALONGAMENTO E EXERCÍCIOS ACONTECEM NO CAPS AD III

19 de julho de 2022 | 0 Comentários

As oficinas de exercícios acontecem semanalmente, na instituição do CAPS AD III – Ubá, entre duas a três vezes por semana numa área externa para oficinas, recreação e esportes. O intuito é promover a interação social, a saúde, o espírito coletivo, o bem estar físico-mental, a superação e as famosas brincadeiras que acontecem mediante ao lugar sempre deixado ao imprevisto. Durante a oficina, o paciente é estimulado pelos técnicos e colegas a transpor e enfrentar seus limites, mas sempre respeitando suas possibilidades, uma vez que o projeto terapêutico individual é pensado juntamente ao paciente com intuito de proporcionar e propagar seu bem estar, de acordo com seu desejo, para ser executado durante a permanência diária no serviço, segundo suas necessidades; conforme as determinações previstas na portaria GM 336/02 (BRASIL, 2005). 

O intuito metodológico é propagar a possibilidade de fazer do exercício, realizado sob uma perspectiva descontraída, uma mediação que possibilite algum efeito terapêutico advindos de momentos passados ali, bem como propor a atividade como mediação em terapias de grupo. Freud (1921/2011) diz que existe algo a mais envolvido invariavelmente na vida do indivíduo, como modelo, um objeto, um auxiliar, um oponente, de maneira que, desde o início, a psicologia individual, nesse sentido ampliado, mas completamente justificável das palavras, é, ao mesmo tempo, psicologia social. 

A proposta é estimular a psicoterapia de grupo articulando o desejo dos indivíduos e submetê-los a propostas terapêuticas que propiciem o surgimento de ações, emoções e reações, que são favorecidos quando o indivíduo está inserido em um grupo heterogêneo. São levados em consideração o desejo do paciente em participar da atividade grupal de exercícios físicos e a avaliação prévia das condições clínicas feitas pelos colaboradores da enfermagem.

A oficina se justifica pois entende-se que a psicologia de grupo funciona como elemento facilitador no contato intersubjetivo no “aqui e agora” em diversos momentos. Assim, o ambiente de maneira geral age no sentido de atenuar fenômenos vinculados ao adoecimento mental possibilitando um movimento de exteriorização dos sentimentos reprimidos, uma vez que a imersão do indivíduo no grupo favorece os processos de identificação como possibilitador de ligações afetivas uns com os outros. 

Confira algumas imagens da oficina:

Referências

BRASIL, Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. DAPE. Coordenação Geral de Saúde Mental. Reforma psiquiátrica e política de saúde mental no Brasil. Documento apresentado à Conferência Regional de Reforma dos Serviços de Saúde Mental: 15 anos depois de Caracas. OPAS. Brasília, novembro de 2005.

Freud, S. (2011). Psicologia das massas e análise dos Eu. In S. Freud. Obras completas (P. C. de Souza, trad., vol. 15, PP. 13-113. (Trabalho original publicado em 1921).

SobreAndrêssa

Deixe um comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado.